sexta-feira, 2 de julho de 2010


 O gráfico retirado do site do IBGE mostra que a população de Serra da Raiz vem reduzindo significativamente nos últimos anos.  As razões dessa queda constante dar-se principalmente pelo descaso com que a administração pública vem conduzindo seu papel nos últimos anos. Não se cria programas de profissionalização nem incentivos para a geração de emprego e renda para a juventude, tendo como conseqüência o deslocamento dessas pessoas para os grandes centros urbanos, como São Paulo, Santos e Rio de Janeiro, em busca de sobrevivência.
E não só reduz a população, mas vem também em queda a qualidade de vida, pois não há: educação nem saúde de qualidade, cetro de atendimento médico-hospitalar, infra-estrutura, bem estar social, políticas de incentivos a práticas desportivas, valorização patrimônio histórico e cultural, políticas de desenvolvimento cultural, etc... Tudo isso faz com que se chegue a seguinte conclusão: A serra de tempos passados era bem melhor que hoje. Todos sabem que o prédio que abrigou um dos maiores e mais bem equipado hospital e maternidade da circunvizinhança, hoje está aos cacos, e nada é feito para sua recuperação,  ou até mesmo aproveitar a estrutura para benefício da sociedade.
Pasmem caros leitores, mas Serra da Raiz já teve fábrica de refrigerantes e água mineral. Hoje nosso comércio se resumem a alguns poucos mercadinhos e bares, geralmente familiar e sem geração de emprego formal, além de acessorias pagas pelo poder público (normalmente uma pra dividir pra 2 ou 3) e esmolas.
Qual a conclusão que podemos tirar de tudo isso? A resposta está ao nosso redor. A população do Brasil cresceu, assim como a economia do nosso País, que figura entre as mais importantes do cenário mundial. A população da Paraíba também cresceu. Nos perguntamos então: até quando a Serra vai suportar como município? ou há quem acredite que Brasil vai sustentar um município com uma população tão pequena no futuro? Na era das reformas, políticas, previdenciárias, urbanas, econômicas, trabalhistas, etc... não seria surpresa se a Serra da Raiz voltasse a ser distrito de algum município que se desenvolve a plenos pulmões, como Caiçara por exemplo, ou mesmo Duas Estradas que já conta com pólo da Universidade Aberta do Brasil ligada a UFPB.

"Quando os tiranos caem, os povos levantam-se." (Autor desconhecido)

5 comentários:

lcd disse...

eu vou passa o final do ano
na serra da raiz e de lá eu vou para são paulo e de lá para o rio de janeiro

lcd disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo disse...

Meu nome é Paulo Neves, nasci na Serra da Raiz em 1954, desde 1969 moro em São Paulo(filho de Manoel Bezerra) - (os mais antigos sabem quem somos).
Fiz parte da Banda do querido Maestro Zé Pereira, de 1965 a 1969. Estive em Patos quando ganhamos o concurso.
Fiquei muito feliz e ao mesmo tempo muito emocionado ao descobrir este BLOG. Parabéns aos criadores. Sinto-me orgulhoso de ver que a nossa Serra da Raiz tem pessoas capazes de continuar o seu avanço cultural como fez o Sr. Zé Pereira.
Abraços.
Paulo Neves

lcd disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edilene Amaral disse...

Vejam as novidades dos vizinhos
http://www.portalindependente.com/2011/noticias/cidades/2532.html