quinta-feira, 20 de novembro de 2008

O Inesquecível Maestro "Zé Pereira". Por sua filha, D. Toinha Pereira

O Blog Serra da Raiz Melhor, foi criado no intuito de levar informação, cultura e conhecimento aos nossos leitores, em matérias relacionadas a Serra da Raiz. Pensando assim, iniciaremos nossas postagens referentes as figuras históricas do nosso município, com uma matéria sobre a vida do inesquecível Maestro Zé Pereira.

Nascido em Serra da Raiz, no dia 05 de junho de 1913, filho do casal, Epifânio Carlos de Figueiredo e Dona Francisca Maria da Costa. José Henrique da Costa, o nosso “Maestro Zé Pereira”, foi e continua sendo uma das maiores referências artística, histórica e cultural do nosso município. Levou de maneira gratuita o conhecimento da música a vários jovens, não apenas de Serra da Raiz, mas também de várias outras cidades. Foi Maestro da Banda de Música Joaquim Meneses de Serra da Raiz, bem como de outras tantas cidades, como por exemplo, a Banda Municipal da cidade de Ceará Mirim – RN e da Filarmônica da cidade de Bananeiras. A frente da banda, Joaquim Meneses, participou de vários concursos de música, em um deles na cidade de Patos, a banda obteve a 1ª colocação entre outras 35 que também participavam.

Brilhou muito com seu Saxofone em Si bemol. Homem devotado as Artes e a Músicas, fez da sua vida uma fonte de conhecimento a disposição de todo e qualquer Serrano que quisesse se dedicar ao aprendizado da música, deixando em Serra da Raiz um uma geração de músicos que seguem seu exemplo, não apenas na música, mas também no empenho de ensinar seus conhecimentos a outros jovens, fazendo de Serra da Raiz um reconhecido berço de talentos musicais que surgem de tempos em tempos, e que certamente seriam maiores, se houvesse um maior empenho do poder público em passar esses conhecimentos adiante. Procurou sempre honrar seu nome e o de sua terra por onde passou. Por razões como estas, continua e continuará existindo e habitando nos daqueles que foram os maiores herdeiros de seus conhecimentos. O Povo de Serra da raiz, e de onde jamais alguém poderá apagá-lo.

Também prestou seus serviços à sociedade como Escrivão de Polícia, sendo desta, um servidor empenhado e fiel, agindo sempre com imparcialidade e honestidade, tratando sempre a todos com presteza e dedicação.

Para retratar um pouco do foi e do que continua sendo o Maestro, o BLOG “Serra da Raiz Melhor” (abaixo descrita BSRM), entrevistou sua filha, Antônia Maria da Costa, a nossa querida “Dona Toinha”, uma das maiores herdeiras culturais do Maestro, que de forma espontânea e agradável nos recebeu em sua residência na manhã do dia 14 de novembro de 2008, onde visivelmente comovida e emocionada nos deu relatos da vida e da obra o Maestro Zé Pereira.

Entrevista D. Toinha

BSRM - Bem D. Toinha, em 1º lugar quero agradecer sua atenção, cedendo um espaço de seu precioso tempo para nos receber em sua residência e podermos realizar essa entrevista que será de muito valor para os leitores do Blog Serra da Raiz Melhor.

Gostaria que a Senhora começasse nos falando de uma maneira geral sobre quem foi o Maestro José Pereira e tudo que representou e continua representando para nossa sociedade.

D. Toinha. – Primeiramente quero agradecer a presença de vocês que fazem o Blog Serra da Raiz Melhor, dizer também que me sinto feliz e honrada em estar diante de jovens que se preocupam em cuidar da história e da cultura em nossa terra. É com muito orgulho e prazer que falo sobre o Maestro José Pereira, que nasceu em Serra da Raiz no dia 05 de julho de 1913, foi um Serrano dedicado as artes, a música, uma pessoa totalmente dedicada aos trabalhos musicais de nossa terra. Sempre empenhou-se e nunca mediu distância nem sacrifício para servi a juventude da época. Foi um cidadão de bem que honrou os dias de vida que passou aqui na terra. Era um músico saxofonista que ensinava também vários outros instrumentos, como piston (trompete), clarinete, flauta,percussão, entre tantos outros. Um homem devocionado aos livros e as artes. Serra da Raiz deve muito ao Maestro Zé Pereira, pois o mesmo nunca se afastou da idéia de servir bem a juventude
e orientá-la.

BSRM – Nós conhecemos muito do maestro como o grande artista e professor que ele foi, mas nós queríamos que a Senhora nos falasse sobre o maestro da sua visão como filha.Como era o Maestro dentro de sua família?

D. Toinha - O Maestro foi sem dúvida um grande pai, um grande avô e um grande esposo. Pessoa Calma e tranqüila, gostava da alegria. Sabia educar seus filhos, sem brutalidade nem gritos, apenas com um olhar firme e carinhoso educava. Com todo amor que tinha pra dar... [interrompe, tomada por lágrimas de grande emoção]

BSRM - O Maestro José Pereira, passou por Serra da Raiz e deixou uma grande marca na cultura e nas Artes. Mas Qual seria a maior herança que o Maestro deixou pra nossa gente?

D. Toinha - Ele deixou a inegável herança de um grande artista, uma herança inapagável de honradez. Uma pessoa digna que sem duvida lutou para deixar esse marco inegável de grande artista e companheiro, que em sua passagem aqui na terra deixou grande saudades. Prestou em Serra da Raiz grandes serviços na área social. Foi escrivão de polícia e sempre gostou de tratar as pessoas com grande préstimo, entendo-as bem quando ia fazer seus relatos policiais. Não tinha palavras de condenação pra ninguém, reconhecia totalmente o valor da criatura e de sujeito humano que poderia cometer erros mas que também poderia se arrepender.

BSRM – Quais foram as fontes de conhecimentos que o maestro buscava para tornar-se cada vez melhor naquilo que ele tanto amava que era a música?

D. Toinha - O maestro era uma pessoa simples, recebeu muitas aulas em olinda, no estado de Pernambuco. Mas empenhava-se muito na compra de livros, partituras, instrumentos, métodos e tudo referente a música. Era uma pessoa devotada a isso, entregou-se porque sabia que havia nascido para aquilo. Fez da própria vida sua universidade de música. Estava olhando a pouco seus arquivos, e vi que tudo ele fazia questão registrar. Tudo que ele achava importante. Era um dom que Deus o havia dado. Ficava horas e horas estudando e também ensinando.

BSRM – Como a Senhora enxerga o reconhecimento e tratamento público da história e da imagem do Maestro perante a sociedade?

D. Toinha - Naum, graças a Deus existem pessoas como vocês, que saberão valorizar a memória de quem soube se doar. Mas posso lhe dizer que até hoje não foi rezado uma Ave-Maria em memória do maestro. Pessoas do poder público nunca se preocuparam com coisas desse tipo. Mas fico feliz por aparecem agora jovens como vocês, repletos de esperança, repleto de boa vontade e de solidariedade. Damos graças a Deus por isso, por sabemos que através de vocês que futuramente as ações do maestro Zé Pereiras serão lembradas e valorizadas, pois sabemos da força dos jovens e acreditamos naqueles que tem bom senso e que querem registrar nosso passado, para assim construirmos nosso futuro. Estou feliz porque sei que as grandes figuras do passado serão verdadeiramente reverenciadas.

BSRM - Agora vamos falar um pouco da Senhora, que certamente é uma das maiores herdeira dessa herança cultural do maestro.

D. Toinha - Falar de você mesmo é uma tarefa um tanto quanto difícil, mas o que eu tenho a dizer é que sou uma pessoa cheia de esperança e boa vontade, pronta pra contribuir com a cultura em Serra da Raiz, de preferência na área vocal. Mas gostaria de afirmar que sou uma pessoa que tem uma imensa vontade de me entregar ainda mais a cultura serrana, como sempre fiz, de forma gratuita. O meu ideal é sempre esse: Avançar sempre mais. Deixar lembrança para os jovens, deixar os dons que Deus me deu. Transferir pra toda Serra da Raiz, os conhecimentos que adquiri com meu pai e também dos cursos que fiz. Sou professora e quero continuar fazendo cada vez mais para os jovens. Quem não sabe se doar não sabe receber nada. O dom que recebi de Deus gratuitamente, quero distribuir também de forma gratuita para todos.

BSRM - Para finalizar, quero agradecer sua imensa contribuição e seu apoio a criação do nosso blog nos dando preciosas informações da nossa história e da nossa cultura. Qual mensagem a senhora tem pra nos deixar pra nossa gente?

D. Toinha – A mensagem que deixo é que as pessoas se empenhem, estudem muito porque só o saber, a educação, a formação e cultura são importantes pra nosso crescimento cultural e ético. Sem isso jamais alcançaremos nenhum degrau. Essa é minha mensagem pra vocês que sempre nos tem procurado em busca de informações, que isso pra mim significa muito, pois sei que estou contribuindo pra valorização dessa terra que tanto amamos. Obrigado por essa oportunidade.


Fonte: Arquivo Pessoal de Dona Toinha Pereira



por: Naum Oliveira: Em 20/11/2008

7 comentários:

dinho disse...

muito legal parabéns

Júnior Miranda disse...

Parabéns pelo blog. Adicionei na lista dos meus blogs favoritos.

lcd disse...

dona tonhinha eu a conhesso desdi menino é uma pessoa muito o milde
que eu gosto muito gente boa um
beija para a senhora continue a assim!!!!

lcd disse...

eu edmilson sou fã de d.tonhinha
gosto muito dela gente fina
beijo tudo de bom prá senhora!!

celia coutinho disse...

que maravilha , conheci o sr. Jose Pereira,era amigo de pai ,sou amiga de Toinha, brincamos muito em Serra da Raiz onde morei um bom tempo;Parabens toinha deus ilumine sempre vc.
Celia

uraquitan disse...

Infelizmente não tive o prazer de conhecê-lo, mais aprendi muito com sua filha D. Toinha, a quem tem muito o que ensinar nesta terra tão querida e amada. Deixo-me a disposição. abraços.

uraquitan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.